Mama’s Boy!

Sempre dei pontos extra a um homem que trate bem a sua mãe, porque dizem ser o espelho do relacionamento que tem depois com as mulheres na sua vida.

Mas a questão a considerar aqui é o tratamento que algumas mães dão aos seus ricos filhos, que por pensarem que são os seres mais imaculados e bonzinhos do Universo, merecem ter semanalmente as cuecas passadinhas a ferro e os jantarinhos religiosamente acondicionados em caixinhas nas quais só falta uma etiqueta com os dias da semana (até acredito que hajam muitas mães que o façam, não vá o rico filho comer o bife com esparregado de 4ª feira, no dia em que devia ter comido o empadão de carne de 3ªfeira, e dar-lhe uma congestão!!).

A questão aqui, é que estas mães que também conseguiram o atestado médico que impediu o rico filho de se tornar homem escapando-se à tropa, não têm noção do difícil caminho que estão a dar às suas futuras noras, que não tiveram uma disciplina na escola primária em que aprendiam a evitar os vincos nas cuecas, e a coser botões como um profissional, e que entretanto, se emanciparam, e vivem sozinhas, enquanto eles ainda moram com os pais, e passam a roupa a ferro em cima da cama, imediatamente antes de a vestirem (não sei quem serão estas pessoas…). 

Por isso, e por muitas outras dores de cabeça relacionadas com sogras, isto a um nível mundial, gostaria de apelar a todas as mães do mundo que parem com o vício satânico de comprar e passar cuecas de homem a ferro.

O Mundo e as mulheres agradecem…Muito!

(Escrito e publicado n’A Reinventora a 08/05/2011 18:03)

Deixe uma resposta